Portal da Cidade Pontal do Paraná

ilha do mel

Os impactos do decreto de reabertura da Ilha do Mel para os turistas

Os turistas deverão fazer reserva em um estabelecimento da ilha com no mínimo de 24 horas de antecedência

Postado em 11/09/2020 às 08:18

(Foto: José Fernando Ogura)

Segundo o DECRETO 2.177 de 08 de setembro de 2020 editado pelo município de Paranaguá, a Ilha do Mel será reaberta a partir do dia 20, de maneira gradual e monitorada.

O embarque oficial acontecerá através do Terminal de Embarque de Pontal do Sul, onde os turistas terão acesso a embarcações credenciadas, o que fornecerá maior segurança na travessia. Serão instaladas barreiras sanitárias nos pontos oficiais de embarque e desembarque para a ilha, ou seja, no trapiche de Encantadas, no de Nova Brasília e no ponto de embarque na rua da praia. O acesso poderá ser realizado entre 8h e 20h.

Os turistas deverão fazer reserva em um estabelecimento da ilha com no mínimo de 24 horas de antecedência, servindo também para os outros serviços, como por exemplo passeios e restaurantes. Esses deverão estar cadastrados no Sistema de inteligência Turística de Paranaguá (SITUR). A pousada ou hotel deverá enviar a ficha de cadastro de hóspedes com antecedência para ser preenchida, evitando assim as filas no check-in ou o compartilhamento de objetos, como canetas e papéis. O hóspede deverá ter sua temperatura aferida ao chegar no hotel. A capacidade limite dos quartos foi estabelecida em 2/3 da capacidade total, ou seja, quartos triplos só poderão ser ocupados por duas pessoas. Serão disponibilizados pelos meios de hospedagem o Termo de Responsabilidade de Hospedagem e o questionário de COVID-19, que deverá ser preenchido e entregue na recepção.

O uso de piscinas, locação de máscaras e snockerls para mergulho estão proibidos. Locação de cadeiras, pranchas, bicicletas, esteiras, caiaques e outros estão permitidos, mas é necessário observar a higienização dos mesmos antes do uso.

O self-service poderá ser oferecido aos hóspedes, desde que respeite determinadas regras. É obrigatório utilizar luva descartável plástica que será disponibilizada no início do buffet e ao final descartada em lixo próprio. Manter o distanciamento padrão entre os outros hóspedes e se servir usando máscara.

A orla está liberada para prática de esportes individuais, onde também o uso máscara é obrigatório. O distanciamento no local deverá ser de 4m² entre pessoas.

O turista que pretende utilizar o Camping deverá obedecer ao distanciamento de 2 metros entre as barracas. A ocupação permitida é de 50% da capacidade total e cada frequentador deverá responder ao questionário de COVID-19.

A ilha dispõe de um posto de saúde para atendimento médico, que deverá ser informado caso haja suspeita ou confirmação de algum caso da doença. Os meios de hospedagem estarão preparados para, se necessário, adotar o isolamento do hóspede no período determinado pela saúde.

É muito importante que o turista respeite as capacidades e normativas estabelecidas para que possa aproveitar a sua estadia na Ilha do Mel. O visitante que não respeitar poderá ter que arcar com multa de 300 UFM’s (Unidade de Valor Fiscal do Município), que representa próximo de R$ 957,00. No caso de reincidência deverá deixar a ilha.

Os órgãos fiscalizadores são: PROCON, DEFESA CIVIL, Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, Secretaria Municipal de Urbanismo, Guarda Municipal e Policia Militar.


Fonte:

Receba as notícias de Pontal do Paraná no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário