Portal da Cidade Pontal do Paraná

ilha do mel

A reabertura da Ilha do Mel para prestadores de serviços, comércio e moradores

A reabertura da Ilha do Mel acontecerá de forma gradual e monitorada.

Postado em 12/09/2020 às 17:20

(Foto: Divulgação)

A reabertura da Ilha do Mel acontecerá de forma gradual e monitorada. Serão instaladas barreiras sanitárias nos pontos oficiais de embarque e desembarque para a ilha (Trapiche de Encantadas, Nova Brasília e o ponto de embarque na rua da praia). Os prestadores de serviços turísticos que atuam na ilha deverão aderir ao Selo Turismo Responsável do Ministério do Turismo, cadastrar-se no SITUR (Sistema de Inteligência Turística de Paranaguá) e participar das oficinas de capacitação. Seguem as principais normativas estabelecidas no DECRETO Nº 2177 publicado pelo município de Paranaguá:

Serviços de embarcações

As embarcações que prestam serviços de transporte de passageiros devem respeitar 60% da sua capacidade, o distanciamento entre os passageiros e promover a limpeza e desinfecção a cada final de viagem. Deverão ter cuidado especial com a higienização dos coletes salva-vidas.

Hospedagem

Os meios de hospedagem estão autorizados a trabalhar com a capacidade limite de 2/3 por quarto. As acomodações deverão cadastrar o turista no SITUR até 24h antes da sua chegada, por isso é necessário enviar a ficha de cadastro por meio eletrônico com antecedência para ser preenchida pelo hóspede, que é responsável também pelo preenchimento do Termo de Responsabilidade de Hospedagem e o questionário de COVID-19. As chaves, máquinas de pagamento e objetos como canetas deverão ser higienizadas antes e após o uso pelo hóspede. Funcionários que fazem o transporte de bagagem deverão higienizar as mãos antes e depois de carregar malas e bagagens. A temperatura dos hóspedes deverá ser aferida no check-in. É obrigatório afixar o termo de responsabilidade sanitária em local visível.

A higienização das áreas comuns, em especial as que são tocadas com mais frequência, e do ar condicionado precisam ser realizadas com mais periodicidade. As camareiras devem utilizar um avental impermeável, máscara, óculos ou protetor facial e luvas de borracha. Os travesseiros e colchões precisam ter capas de proteção substituídas a cada troca de hóspede. Se não houver a capa, o rodizio recomendado do apartamento é de 96h.

O uso de piscinas está proibido. Um novo check-in será liberado somente 24 horas após o último check-out.

Restaurantes, bares, lanchonetes, mercados e outros estabelecimentos 

Esses ambientes deverão ser bem ventilados mantendo as portas e janelas abertas e disponibilizar álcool 70% na entrada e demais locais de circulação. O uso de máscara é obrigatório por todos os colaboradores e clientes. Sugere-se remover jornais, revistas e panfletos que podem ser manuseados por várias pessoas. É importante evitar aglomerações com marcações de 2 metros a partir do balcão da recepção e manter o controle no distanciamento em filas na entrada ou para pagamentos. O mesmo distanciamento deve ser respeitado entre sofás e mesas dispostos em espaços comuns. As lixeiras deverão obedecer ao modelo com pedal. Os estabelecimentos deverão disponibilizar nos lavatórios água, sabonete líquido e toalhas descartáveis, bem como aumentar a frequência de higienização dos banheiros.

Self service

Os funcionários deverão ter atenção no recolhimento dos utensílios, utilizando bandeja e evitando o contato da mesma com o corpo. Os talheres deverão ser embalados individualmente e o buffet precisa ter anteparo salivar e um funcionário com álcool gel no início da fila. É necessário ofertar luva descartável plástica no início do buffet e ao final é obrigatório ter lixo com pedal próprio para esse descarte. O cliente deverá se servir usando máscara e os utensílios devem ser substituídos a cada 30 minutos para serem higienizados. O buffet também precisa ser limpo com esse intervalo de tempo.

Música ao vivo

São permitidos no palco dois músicos e um componente da equipe técnica, que deverão ficar a 3 metros de distância do público. O uso da máscara é obrigatório para quem não estiver cantando. Não é permitido promover atividades musicais que incitem aglomeração (dança, Karaokê) e nem o compartilhamento de microfones. As atividades poderão se estender até as 23h.

Locações de equipamentos e camping

A locação de máscaras e snorkels para mergulho está proibida. Locadores de cadeiras, pranchas, caiaques, bicicletas, esteiras e outros devem higienizar os equipamentos após cada utilização. No camping é obrigatório o distanciamento de 2 metros entre as barracas, o funcionamento com 50% da ocupação total e disponibilizar a cada frequentador o questionário de COVID-19.

Órgãos fiscalizadores

Os órgãos responsáveis pela fiscalização são o PROCON, DEFESA CIVIL, Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, Secretaria Municipal de Urbanismo, Guarda Municipal e Policia Militar.

Os casos suspeitos ou confirmados de COVID-19 precisam ser informados imediatamente para a vigilância epidemiológica municipal, que auxiliará nos procedimentos para o isolamento de 14 dias.


Fonte:

Receba as notícias de Pontal do Paraná no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário