Portal da Cidade Pontal do Paraná

aventura

Aventura de norte-americano termina no Porto de Paranaguá

Depois de três anos seguidos de estrada, 17 países visitados, a “Thousand Sunny” voltou para casa e ela partiu do Porto de Paranaguá

Postado em 16/10/2020 às 11:38 |

(Foto: Arquivo Pessoal/ Daniel Byers)

Depois de três anos seguidos de estrada, 17 países visitados, a “Thousand Sunny” voltou para casa e ela partiu do Porto de Paranaguá. Assim é batizada a moto de viagem que o norte-americano Daniel Byers está despachando de volta para os EUA. No AZ8, o veículo embarcou na terça-feira à tarde (13), no navio Tortugas.


“Quando chega uma carga assim, tão especial - essa tem até nome - chama a atenção de todos. Essa é a diferença do Porto de Paranaguá, tão diversificado e especializado em atendimentos como esses, tão específicos”, afirma o diretor de operações da Portos do Paraná, Luiz Teixeira da Silva Júnior. 

De acordo com o diretor, tanto a mão-de-obra envolvida – desde o anúncio da chegada até a armazenagem e o embarque - quanto as agência e operador responsáveis pela movimentação dessas cargas especiais se destacam pela qualidade e atenção, nos portos paranaenses (especificamente, no Porto de Paranaguá). 

AVENTURA – Segundo a Marcon, operadora do embarque da motocicleta, o porto de destino fica em Galveston, Texas (EUA). Daniel não vai com a “T. Sunny”. O aventureiro vai de avião, pega a moto no porto e segue rodando para a casa, que fica em Cuyahoga Falls, no estado americano de Ohio. 

Daniel Byers tem 60 anos e conta que, em 2018, vendeu tudo para encarar a aventura de percorrer o trajeto até Ushuaia (ida e volta). “Eu vendi tudo o que tinha e construí uma moto capaz de encarar uma longa viagem. Em junho de 2018 deixei o Estado de Ohio, nos Estados Unidos, com o objetivo de ir até a cidade mais ao Sul da América do Sul e voltar para a casa”, diz ele. 

“Tem sido a viagem da minha vida”, completa Byers, se referindo às amizades feitas ao longo do trajeto. Na viagem, ele passou por diversas cidades dos Estados Unidos e também México, Belize, Guatemala, Nicarágua, El Salvador, Honduras, Costa Rica, Panamá, Colômbia (incluindo um trajeto de barco até Cartagena), Equador, Peru, Chile, Argentina e, por fim, Brasil. 

“Uruguai, Paraguai e Bolívia também estavam nos planos até chegar a Covid-19”, conta. Daniel diz que quando entrou no Brasil, em março, as fronteiras fecharam em decorrência da pandemia. “Fiquei preso no Brasil, sem ideia de quando as fronteiras iriam reabrir”, completa. 

Daniel aguardou até agora em Santa Catarina. “Finalmente, encontrei uma cotação para enviar Sunny de volta aos EUA por navio, pelo Porto de Paranaguá”, detalha o viajante que registrou a estatística da aventura que terminou no porto paranaense: 50.000 milhas (80.450 km) percorridas; 9 pneus traseiros e cinco dianteiros substituídos; três correntes, dois conjuntos de rodas dentadas e quatro conjuntos de pastilhas de freio trocados, além de muita troca de óleo e muitos pneus furados. 

NOME – “Thousand Sunny” é o nome de um navio, personagem de um desenho animado (anime), que, na série, encara as mais diversas aventuras - como a moto do Daniel nos últimos três anos. O personagem, em brinquedo, é um dos ornamentos no painel da motocicleta.

Fonte:

Receba as notícias de Pontal do Paraná no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário