Portal da Cidade Pontal do Paraná

Calendário

Ano Bissexto: por que existe e qual sua importância

O Ano Bissexto consiste no ano que tem 366 dias, ou seja, um dia a mais do que os 365 habituais. Esse "dia extra" ocorre a cada 4 anos

Postado em 29/02/2020 às 08:41 |

O dia 29 de fevereiro acontece apenas a cada 4 anos, quando são chamados de bissextos e têm 366 dias.

2020 é um ano bissexto, sendo que o próximo será em 2024. 

Quem nasce nesse dia faz aniversário quando? 

É possível registrar os nascidos em 29 de fevereiro no dia 28 de fevereiro ou no dia 1.º de março. Isso para que as pessoas não se sintam diferentes, ou para evitar algum tipo de constrangimento.

O Ano Bissexto consiste no ano que tem 366 dias, ou seja, um dia a mais do que os 365 habituais. Esse "dia extra" ocorre a cada 4 anos, quando é adicionado o 29 de fevereiro no calendário.

É comum as pessoas brincarem com a situação dizendo a idade conforme o número de anos bissextos, ou seja, quem nasceu no dia 29 de fevereiro de 1992, em 2016 teria completado 6 anos (desde 1992 os anos bissextos foram 1996, 2000, 2004, 2008, 2012 e 2016), mas na realidade essa pessoa já tinha 24 anos.

Mesmo quem foi registrado no dia correto do seu nascimento, comemora o aniversário quando acha mais conveniente. Há quem opte pelo dia 28 de fevereiro, mas há aqueles que acreditam que antecipar a comemoração pode trazer azar, deixando a festa para o dia 1.º de março. 

O que se comemora nesse dia? 

É no dia 29 de fevereiro que se comemora o Dia Mundial da Doença Rara. A escolha da data vai ao encontro do fato de esse também ser um dia raro. Nos anos que não são bissextos, a comemoração é antecipada para o dia 28 de fevereiro.

Quando será o próximo Ano Bissexto? 

2020 2024 2028 2032 2036

2040 2044 2048 2052 2056

2060 2064 2068 2072 2076

2080 2084 2088 2092 2096

Regras para calcular o Ano Bissexto

Para saber quando será Ano Bissexto devemos seguir o seguinte princípio: todos os anos múltiplos de 4 que também não são múltiplos de 100, com exceção dos múltiplos de 400, deverão ser anos bissextos.

Por exemplo, 2004 e 2008 são múltiplos de 4 e, por este motivo, considerados anos bissextos. No entanto, 1900 e 1700 não foram anos bissextos, pois eram múltiplos de 100. Já o ano 2000, por outro lado, como é um múltiplo de 400, foi considerado ano bissexto. 

Este método não é infalível, pois a cada 8 mil anos teremos um dia sobrando no calendário terrestre. Os cientistas esperar desenvolver uma nova regra ou mecanismo que possa regularizar esta falha no futuro.

Por que existe o Ano Bissexto e qual sua importância?

O ano bissexto serve para ajustar o calendário terrestre, pois na realidade um ano não tem 365 dias, mas sim 365 dias, 5 horas e 48 minutos. Ou seja, cada ano tem em média 365 dias e 6 horas, sendo que ao somar essas 6 horas extras ao longo de 4 anos, temos o total de 24 horas (um dia inteiro).

Desta forma, com o ano bissexto acabamos por recuperar este "dia em falta". Caso não existisse esse "ajuste" no calendário terrestre, depois de certo tempo as estações do ano começariam a ficar descompassadas, devido à falta de sincronização com a translação da Terra. 

Por exemplo, caso não existisse o ano bissexto, a cada 700 anos o Natal aconteceria durante o verão do Hemisfério Norte e no inverno do Hemisfério Sul, ou seja, completamente diferente do que é na realidade.

Fonte:

Receba as notícias de Pontal do Paraná no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário